Quem vive na terceira idade sabe dos problemas bucais que esse per√≠odo tr√°s. Com os dentes mais sens√≠veis e fr√°geis, os cuidados com a sa√ļde da boca devem ser redobrados, ainda mais se j√° tiver passado por procedimentos anteriores, como veremos ao longo do texto de hoje.
Vale a pena compartilhar o assunto, todo cuidado com nossos avós, parentes e amigos que estão nesta fase é pouco, então vamos lá:

1- Boca seca


Isso ocorre quando a produ√ß√£o de saliva diminui, seja por causa de medicamentos que os idosos costumam tomar, seja por motivo de tratamentos mais fortes ligada a sa√ļde, ou tamb√©m pela falta do h√°bito de beber √°gua ao longo do dia.
Este desequil√≠brio precisa ser evitado ou corrigido, afinal a saliva possui propriedades antibacterianas que fazem parte da defesa do corpo contra infec√ß√Ķes.

 

2- C√°ries


Uma pessoa idosa tem mais chance de sofrer com altera√ß√Ķes bucais, como por exemplo, ter a gengiva mais retra√≠da. Isso acaba deixando a raiz do dente exposta, aumentando a chance de acontecer a ‚Äėc√°rie de raiz‚Äô, o que compromete o dente e deixa a dentina mais hipersens√≠vel.
A cárie não é saudável não só por questão da estrutura do dente, mas também porque dentes saudáveis são importantes para uma mastigação e deglutição eficazes, o que para a vida de alguém na terceira idade é essencial.

 

3- Cuidado com as próteses e implantes dentários


Nem todos sabem fazer a manuten√ß√£o correta das pr√≥teses ou implantes que possui. Isso acarreta em inc√īmodos, doen√ßas e m√° qualidade de vida. Para isso √© essencial que o dentista seja visitado com frequ√™ncia.

Isso porque quem usa prótese ou implante deve retornar para clínica após a colocação para certificar que está tudo dentro do esperado.

S√≥ o dentista √© capaz de ver o que precisa ser feito em termos de limpeza frequente (a limpeza preventiva, aqui na cl√≠nica isso faz parte do Programa de Acompanhamento Preventivo da Terceira Idade) quanto de escova√ß√£o ideal ‚Äď para a pessoa saber no que ela precisa melhorar.

 

4- Les√Ķes na boca


Fumo, √°lcool ou pr√≥teses (que n√£o se adaptaram ao formato da boca) s√£o fatores que aumentam o risco de les√Ķes na mucosa bucal, como candid√≠ases, leucoplasias ou c√Ęncer bucal.

√Č importante que o idoso ou seus familiares, verifiquem com frequ√™ncia di√°ria o estado da sa√ļde bucal. Em boa ilumina√ß√£o, procure altera√ß√Ķes na gengiva, l√≠ngua, bochechas, c√©u da boca, como manchas, vermelid√£o ou qualquer ind√≠cio que saia fora do normal.

Qualquer alteração deve ser verificada com o dentista, é melhor descobrir cedo o que é e tratar o quanto antes, para que a melhora seja rápida.

 

5- Inflama√ß√Ķes na gengiva


As pessoas idosas que sofrem com periodontite, se n√£o tratarem, correm o risco de perderem o osso que d√° suporte aos dentes, o que os deixa amolecidos.

As doenças gengivais costumam ser reversíveis nos primeiros estágios, o que facilita o tratamento e evita que o idoso sofra tanto. Quanto mais cedo for o diagnóstico e o tratamento, melhor.

Uma inflama√ß√£o na gengiva pode parecer algo sem riscos, mas √© altamente perigoso para a sa√ļde bucal e geral dos idosos ‚Äď uma gengivite n√£o tratada pode acarretar em doen√ßas graves atrav√©s de bact√©rias que podem atingir outros √≥rg√£os, a endocardite √© um exemplo.


A sa√ļde bucal n√£o √© apenas algo a ser tratado para o bem estar e conforto, mas tamb√©m, para a mente e a auto-estima, afinal, sempre que sorrimos, mostramos nossos dentes, o que afeta diretamente a confian√ßa se o sorriso n√£o estiver bonito e saud√°vel, √© claro.

Quer saber melhor como se prevenir ou ajudar uma pessoa na melhor idade que você conhece? Venha ou traga ele para a ORTOPLAN! Nós temos os profissionais qualificados e excelentes tratamentos que vão trazer a alegria de sorrir de volta.